segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Exemplo de Bolsa Família que o Governo deveria copiar

foto da Festa de confraternização de 2012

Lúcia Fernandes Stall quando começou a transformar a vida de cinco meninos de rua, que todos os dias, em troca de algumas moedas, limpavam o vidro de seu carro num semáforo do bairro Juvevê, em Curitiba, há 14 anos, não pensou em criar nenhum projeto fora do comum. Hoje, para ela é gratificante perceber o resultado do seu esforço e toda a orientação, acompanhamento que deu a eles durante todos estes anos. Manteve-se  firme e determinada escutando suas dúvidas, incertezas, necessidades num verdadeiro trabalho de formiguinha. Todos meses, até hoje nunca interrompeu a entrega de seis cestas básicas e material escolar para as crianças do passado e as de hoje também que formam a família destes jovens.

Todos os anos como jornalista e amiga acompanho e participo da Festa de Confraternização e entrega de presentes feita com a colaboração dos amigos de Lúcia.  Valdinei Felix Ribeiro tem quase 30 anos é pai de dois filhos, tem um bom emprego e sua própria casa. Marcos Aurélio de Lima, Elias Vieira da Rosa, Alex Marcelin também já estão com filhos, esposa e antes da casa, muito felizes adquiriram seu carro. Carla de Matos está bem casada, estudando e sua irmã Luana passou na Opet - universidade. Ganhou uma bolsa de estudo pelas notas excelentes que obteve. Luana falou na Festa deste ano e  agradeceu a Lúcia pela pessoa confiante que é hoje e afirmou que o empenho no estudo foi sempre focado naquilo que Lúcia sempre lhe ensinou.

Uma vez perguntei a minha amiga porque continuava a manter ininterruptamente as cestas básicas, seis entregues mensalmente, pois eles já estavam bem encaminhados. Lúcia me respondeu que para um projeto como este ser bem sucedido, é preciso que as gerações futuras tenham segurança e apoio emocional. "Este é o meu papel e somente desta maneira é possível transformar", disse ela na ocasião. "Os jovens precisam passar para os filhos a confiança que eles têm na vida", frisou. "Esta confiança quem passa a eles sou eu".


Parabéns Lúcia, que o Universo e as forças divinas sempre lhes deem inspiração e prosperidade para continuar este projeto que verdadeiramente transforma. Você soube encaminhar sua grande família com amor e caridade. Sim, uma grande família! 


Suas duas filhas Fernanda e Rafaela, seus netos Dudu, Enrico e Chiara, seu marido Vilson Stall são, sem dúvida, seus aliados nesta empreitada que, com certeza, teve momentos de difíceis de dedicação e paciência, sobretudo pela razão de que o teu esforço é realizado durante os 365 dias do ano sem apoio financeiro de nenhuma instituição. Acredito, pelo que te conheço, que o mais importante e gratificante não é o fato de ser admirada pelos amigos e família, sim ver os teus cinco filhos postiços (agora mais gente com os filhos deles) conquistarem o seu espaço neste mundo com dignidade e cidadania! 


Um trabalho sem paternalismo que oferece e pede contrapartida. A Bolsa Família ideal!




  

Nenhum comentário:

Postar um comentário