domingo, 10 de abril de 2011

“Escritor do Mês” apresenta obra de George Orwell que trata do Big Brother


Orwell escreveu 1984 há 40 anos e foi visionário ao criar uma história em que relata situações de uma sociedade vigiada, sem privacidade
O mais famoso romance de George Orwell - 1984 - será tema do segundo encontro do “Escritor do Mês”, sob a orientação do escritor turco Erol Anar, nesta terça-feira (12), às 19h30, na Livraria Curitiba do Shopping Palladium. “Orwell escreveu 1984 há 40 anos e foi visionário ao criar uma história em que relata situações de uma sociedade vigiada, sem privacidade , rodeada de telecâmeras, semelhantes aos big-brothers que estão por aí atualmente”, afirma o autor de Café da Manhã Existencialista, que no último encontro falou para mais de 80 pessoas sobre a obra irreverente de Charles Bukowski, ícone da contracultura.
O projeto “Escritor do Mês” foi criado por Anar com objetivo de colocar em debate obras e escritores da literatura universal. “Falar sobre uma grande obra literária é uma janela aberta para o leitor aprender mais sobre a realidade da vida e do mundo, diferente do escritor que pertence a um país, a uma nacionalidade e cultura”, argumenta. Para Erol Anar, o número expressivo de pessoas no primeiro encontro, que superou as expectativas dos organizadores, desfazem o mito de que Curitiba não tem espaço para o desenvolvimento de eventos literários.
O escritor turco é autor de Café da Manhã Existencialista, a versão em português do romance Sen, que vendeu mais de três mil exemplares na Turquia, e de Amor e Solidão, o segundo livro em língua portuguesa, dos 15 publicados em turco. No seu país de origem viveu e trabalhou durante 10 anos como professor de literatura universal e foi orientador das obras de Dostoiewski. Casou-se com uma brasileira e vive no Brasil há seis anos.
Amor e Solidão convida o leitor a refletir sobre o que é o amor e que significado tem para nós. Café da Manhã Existencialista foi o primeiro livro traduzido para o português e possui uma linguagem simbólica muito característica da cultura turca. Nesta obra, Erol declara seu amor ao Brasil quando fala sobre Curitiba.
“Toda cidade tem seu cheiro e cor especial, a cor de Curitiba é verde e tem cheiro de Eucalipto. Essa árvore, Eucalipto, é majestosa, olha às pessoas da sua altura e seus galhos balançam com o vento. Uma cidade não pode ser descoberta facilmente, temos que andar nela como cegos e tateando suas coisas, sem se machucar. Até hoje eu tive a chance de visitar muitos países diferentes, mas, com exceção de Jerusalém, nenhuma outra cidade me impressionou como essa. Querida cidade, eu não vou falar adeus para você. Eu prometo que irei voltar pouco tempo depois e vou gastar minha vida no seu coração. Eu achei o real amor e o real afeto aqui, essa emoção é como entrar em águas limpas e profundas. Sentir o afeto é como mergulhar e tocar nas plantas e peixes numa água transparente, sem esperar nada, honestamente, com eterno amor. Como pode caber o mundo no coração”.

Serviço:
Erol Anar em o Escritor do Mês –
Tema- 1984 (George Orwell)
Local: Livraria Curitiba – Shopping Palladium
Data: 12 de abril
Horário: 19h30
Contatos: mara.anar@hotmail.com
eanar@hotmail.com>;
Fones para contato( 9137-3947, 8840-3179, 3042-1773)
Grupo Livrarias Curitiba
Jornalista / Assessor de Imprensa: João Alécio Mem
Tel. 41-3330-6792 / 9124-9748
Fax 41-3330-5132
E-mail: imprensa@livrariascuritiba.com.br
Site: www.livrariascuritiba.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário