terça-feira, 24 de agosto de 2010

Um jeito criativo de ajudar

Sempre questionei o meu papel em causas sociais e admiro as pessoas que procuram de uma forma criativa ajudar o próximo, sem ser paternalista, mas de um jeito que contribui para o desenvolvimento de uma sociedade.

Este é o caso do inglês greg McQueen que desejou, de alguma forma, ajudar a reduzir a dor dos haitianos, por ocasião do terremoto no início deste ano. Lançou um apelo na internet para compor um livro, cuja receita líquida seria encaminhada a organizações envolvidas na ajuda humanitária ao país. Dessa mobilização online nasce o livro 100 Stories for Haiti.


O mais admirável de tudo isso, é que a iniciativa se estendeu ao Brasil e uma editora resolveu bancá-la - Garimpo Editorial. O livro "Brasil-Haiti - 101 Histórias" estende o objetivo do inglês e amplia a ajuda às famílias desabrigadas depois do temporal que assolou o Rio de Janeiro, também no início do ano. Para isso, conta com certa de 30 histórias escritas por autores nacionais, que cederam seu direitos em favor das vítimas dos dois desastres naturais, além das tragédias mais recentes em Pernambuco e Alagoas. As histórias não são necessáriamente tragédias, são textos literários diversos oferecidos como doação.

A receita deste livro que também contou com o trabalho voluntário de tradutores, preparadores, revisores e produtores - é encaminhada aos projetos nos dois países por intermédio da Visão Mundial, uma das maiores e mais respeitadas organizaçõesde justiça e assistência do mundo.

O livro conta com o prefácio-depoimento de Carlos Nomoto, empresário brasileiro que viu "in loco"os efeitos do terremoto no Haiti ao viajar como voluntário para montar barracas de abrigo em Porto Príncipe.

Existem pessoas maravilhosas neste mundo que nos mostram o caminho e que fortalecem a condição de que vale a pena fazer arte desta aldeia global. O livro está nas livrarias ao custo de R$25,00. O grupo esteve na Bienal falando sobre a iniciativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário