terça-feira, 10 de agosto de 2010

Sucesso de Paulo Coelho....

Passei os olhos rapidamente na Folha Ilustrada e li sobre a Festa Literária Internacional em Paraty, e me chamou atenção a matéria sobre o escritor Benjamim Moser, comentando sobre o fato do brasileiro ter vergonha do Paulo Coelho. O autor de O Mago é o segundo escritor mais vendido na Europa. De fato, constatei em todas as livrarias que visitei em Roma, entre o ano passado e este ano, até junho, o autor estava na gondola dos mais vendidos.

O comentário de Moser: "se eu fosse ter vergonha de cada merda cultural exportada pelos EUA, estava perdido."

Já li Paulo Coelho e confesso que não sou aficionada pelos seus textos, porém, reconheço que se ele vende é porque existe demanda para ele. Admiro sua garra em enfrentar o preconceito e seguir em frente e, principalmente, porque está lá divulgando o Brasil.

Passei a admirá-lo depois que soube do episódio ocorrido em 2008, em Davos, na Suíça.Trecho transcrito do blog, Lido, Visto e Ouvido.

"O regente da Filarmônica de Boston (EUA), Benjamin Zander, falou à Folha à respeito da reação de Paulo Coelho a seu comentário sobre a mulher brasileira, no Fórum Econômico Mundial, domingo, em Davos, na Suíça. O desconforto aconteceu durante um elegante jantar, com personalidades do mundo todo, no Kongress Hotel. "Ele [Zander] disse que, depois de um concerto no Brasil, mulheres levantaram a roupa e mostraram tudo, concluindo "você sabe como são as mulheres brasileiras quando querem demonstrar alegria...'", lembra Coelho. Em meio às gargalhadas, o autor de mais de 100 milhões de exemplares vendidos levantou-se e gritou: "Eu sou brasileiro, estou ofendido com o seu comentário".
Zander pediu desculpas, mas alfinetou: "Ele [Coelho] reagiu como um macho para defender a honra das brasileiras".

Então, este preconceito existe lá fora em relação a mulher brasileira e este assunto é tema para outra blogagem que falaremos mais tarde. Discordo de quem diz que a causa é só prostituição, carnaval e samba. Existe também a questão cultural....

Nenhum comentário:

Postar um comentário