domingo, 13 de dezembro de 2009

O perfume da Turquia... Os gelatos da Itália....


Tem coisas que não esquecemos jamais.Talvez porque no momento em que a vivemos ou a percebemos, a magia fez parte da paisagem ou da sensação...Não sei...
Sei apenas que se pudesse carregaria numa caixinha o perfume que senti neste lugar na longínqua região da Anatólia, na Capadócia. Se era a história do início do cristianismo, a vegetação, as flores, o barulho das águas do riacho, a caminhada no meio de um vale,um conjunto de coisas que se resumiram no perfume do vale... Ahhhh!!! Pena que não posso carregar numa caixinha este perfume para mostrar aos meus amigos, pudera, porque para mim ele está sempre pertinho do meu coração!



Hummm! E os gelatos da Itália... Sim, somente coisas impossíveis desejo carregar nesta caixinha de lembranças. Davvero, gostaria que saboreassem os gelatos italianos como eles são aqui na Itália. Com o conjunto todo. Mesmo no inverno, num frio "da morire" as gelaterias vivem plena de gente. Não adianta exportar a receita para os outros, se não colocam junto o sentido da paixão. Por isso, quero carregar na minha caixinha de lembranças, da forma como eu saboreio eles aqui: com os italianos orgulhosos de nos servirem o melhor sorvete, dos sabores coloridos, verdadeiros de qualidade, da sensações de delíciaaa!... hummm!!!... que delícia!!! e do outro lado do balcão o vendedor sorri com a alegria de quem sabe o que faz! Grazie! Prego! Arrivederci

Um comentário: